Odin

by

Info/ Curiosidades/ Outras Mídias

Odin – Stan Lee & Jack Kirby
Primeira Aparição: Journey Into Mystery nº 85 (1962)
Nome: Odin Borson
Outros Nomes: Pai de todos, Infinito, Wotan, Woden
Nacionalidade: Asgardiano
Raça: Aesir (Deus Asgardiano)
Status: Ativo

Poderes:

Todos os atributos dos deuses Asgardianos, força, velocidade, resistência, vigor e reflexos sobre-humanos, porém em níveis maiores, principalmente em sua juventude, onde sua força física era equivalente a de Thor. Odin tem um nível de resistência física muito superior a dos Asgardianos, e também a de qualquer outro super-herói.

Imune a todo tipo de doença.

Força Odin – Ampliar sua força a níveis desconhecidos, sendo  capaz de levantar cerca de 150 toneladas além de  imensa capacidade de manipulação de energia. Ele é capaz de inúmeros feitos com esse poder, como teleporte próprio ou de outras coisas ou seres (Thor, com a força Odin, já mudou Asgard de lugar e Odin já teleportou toda a raça humana para fora da terra), criar campos de forças impenetráveis, ler pensamentos, aumentar seu tamanho a níveis maiores que a terra, dar ou retirar poderes (mesmo uma parte de Odin, chamada infinito, que possui metade de seu poder, era capaz de transformar mundos em pó, e possuía poder para destruir galáxias).

Odin já derrotou Thanos e Surfista Prateado juntos.

Equipamentos:

  • Lança Gungnir, uma lança que nunca erra o alvo;

 

  • Maça Thrudstok;
  • Espada mística;
  • Baú cheio de bugigangas mágicas e amuletos para diversos fins.

– Entre estes há um amuleto de sóis que é capaz de combater diretamente o barril de interminável inverno.

Habilidades:

Experiente e habilidoso combatente;
Conhecedor da magia das runas;
Imensa sabedoria.
Mestre estrategista

Características Psicológicas:

Características Físicas:  Cabelos e barbas grisalhos , cego de um olho.

Outras Características:

Sono da Vida – uma espécie de hibernação de uma semana que Odin tira uma vez a cada ano para conservar sua imortalidade. Se não fizer isso ou for acordado antes que o sono se complete, seu poder começa a diminuir.

Afiliações: Asgard, Conselho dos Deuses

Base de Operações: Asgard

Ocupação: Rei de Asgard

Parentes Conhecidos:

Pai – Bor
Filho – Thor
Filho Adotivo – Loki

Relacionamentos: Frigga, Jord (Gaea)

Biografia:

1- Ancestrais:

Odin é filho de Bor e é neto de Búri, o primeiro da raça Asgardiana. A linhagem se diz ter emergido das profundezas do gelo de Niffleheim eras atrás. De acordo com a lenda, Buri Foi criado quando a vaca primitiva Audumbla (que pode ter sido Gaia em um de seus disfarces) esculpiu à lambidas sua forma em um bloco de gelo.
Buri procriou Bor e Njord e passou a ser conhecido como o Pai dos Deuses original. Quando Njord fundou a cidade de Vanaheim e formou a tribo Vanir de deuses, Búri passou para Bor o título de membro dominante da raça.

Bor ficou como governante de Asgard, conduzindo seu povo com poder e prosperidade, sendo um governante inquestionável e poderoso.

2- nascimento de Odin:

Bor se casa com Bestia, uma Gigante do Gelo, e tiveram três filhos, que seriam seus futuros herdeiros: Odin, Vili e Ve – progenitores da tribo Aesir de Deuses Nórdicos. Bor ensinou seus filhos a como lutar, como governar, e como servir.
Mas quando Odin nasceu, Bor deu uma atenção especial para prepará-lo para um dia assumir seu lugar como rei.

707075-bor10
Quando Odin desceu ao reino de Midgard (Terra), pensou em povoar com os mortais para servirem aos seus sonhos e legado. Mas suas ações desagradaram Bor, que amaldiçoou a humanidade a uma existência de dor e sofrimento.bor

3- batalha contra os Gigantes do Gelo: 

Quando os gigantes de gelo ameaçaram invadir Asgard, Bor liderou suas forças contra eles com seu filho Odin ao lado. A vitória estava certa para os Asgardianos, até que, Bor caiu em uma armadilha, nas montanhas  fora de Asgard, de um poderoso feiticeiro que estava esperando por ele (era seu neto adotivo Loki que viajou para o passado.), e sabendo que ele não poderia vencer, pegou Bor desprevenido transformando-o em uma estátua de neve viva.

Bor pede para Odin ir atrás de um feiticeiro poderoso para ele voltar a sua forma normal, mas Odin, querendo assumir o cargo de rei, acabou sem ir atrás deste e diz aos Asgardianos que seu pai tinha perecido, e que agora, ele era o novo monarca de Asgard.

707078-bor13

A estatua de Bor foi desfeita pelo vento e, durante todo inverno, quando a neve descia, Odin ouvia a voz de Bor o chamando.

4-  Rei de Asgard:

Odin rege o reino dourado em um majestoso palácio, tendo como conselheiro o seu grão-vizir.
Embora Odin tenha tomado Frigga como esposa, ele decidiu ter um filho com Jord (Gaea), a deusa da Terra. Um filho que cujas qualidades superariam a de qualquer Asgardiano. O bebê recebe o nome de Thor.

Ao enfrentar os gigantes do Gelo, matou o líder deles Laufey e adotou seu filho, Loki. Cuidando dele como se fosse seu filho de sangue.
Além dos dois Odin tem mais dois filhos: Vidar e Balder, que não sabem que tem sangue real.

No oitavo aniversário de Thor, Odin ordenou construir o martelo Mjolnir, que é encantado com poderosa magia e decretou que o martelo seria entregue a Thor quando ele provar ser um guerreiro digno. Assim, Thor passou os anos seguintes se dedicando a isso até que finalmente Odin deu o martelo a Thor, declarando o jovem deus ser o grande guerreiro do reino eterno.

5 – Tempos atuais:

Depois de seu filho Thor quase deflagar uma guerra entre os Gigantes de Gelo e Asgard, Odin, como forma de ensinar seu filho a humildade, o manda para Midgard na forma de um médico mortal aleijado, o mortal Donald Blake (saiba mais no protocolo do Thor).

Odin, para testar se o Deus do Trovão tinha feito a escolha correta ao ir para Midgard, baniu Encantor e Executor para a Terra. Thor e seus novos aliados, os Vingadores derrotam os vilões. Mas o banimento não serviu apenas para isso, foi uma mensagem para aqueles que iriam desafiar seu trono. Mensagem essa que, infelizmente Loki não ouviu.

Thor, apaixonado pela enfermeira Jane Foster, pede que Odin permita a ele se casar com uma mortal. Odin estava relutante mas, bondoso, decidiu dar uma chance para seu filho provar o valor da moça. Mas concluiu, ao assistir Thor em ação, que a enfermeira era indigna de seu filho por ter tentado atrapalhar a luta entre Thor e Hyde (mesmo com boas intenções). Odin não viu isso com bons olhos e decidiu dar um basta ao romance, algo que Thor não aceitou muito bem.
Odin tenta em vão diminuir o sentimento que ele tinha pela mulher e até reduz temporariamente o poder do filho como retaliação.

Depois, próprio Odin desce a Terra para tomar satisfações com seu filho. Seria tudo muito simples, não fosse um pequeno deslize do monarca de Asgard: ao descer na Terra, Odin transferiu parte de seu poder para que Loki governasse em sua ausência.
Loki, com suas novas capacidades, liberta dois titãs na Terra: o gigante da tempestade Scagg e o demônio de fogo Surtur. Odin transfere toda a humanidade para uma dimensão pacífica, onde todos ficariam em segurança. Chamá-lo de todo poderoso é pouco apesar de não ter poder sobre o amor no coração de seu filho. Odin, Thor e Balder, enfrentam Skagg e Surtur, conseguindo por fim exilá-los, e a humanidade volta a habitar a Terra, alheia a batalha gigantesca que ali se travou.

Thor estava disposto a realizar o sacrifício de deixar de ser o deus de trovão e tornar-se o mortal Donald Blake definitivamente, assim Odin não teve opção além de aceitar o relacionamento entre Donald Blake/Thor e Jane Foster, mas o impediu dele revelar sua identidade para a mortal.

Por seu conhecimento milenar, Odin foi chamado para depor no Julgamento de Reed Richards que o culpavam por ter deixado Galactus viver. Lá Odin explicou da importância de Galactus no equilíbrio cósmico.

Quando o alien Bill Raio Beta levanta o Mjolnir, Odin se vê obrigado à resolver com quem ficará o martelo. Propõe que uma batalha até a morte decida tal questão, porém ao final da batalha, ambos estavam vivos e derrotados. Assim Odin decide que a melhor forma de resolver o problema é criando um novo martelo, com igual poder para Bill, o Rompe-Tormentas. Além de o  martelo dar a Bill o mesmo poder de Thor, também lhe é concedido o encantamento que transformava Thor em Donald Blake. Assim Odin, além de conseguir que o filho continue com seu martelo, também acaba com o encantamento que o transformava em mortal.


Quando Thor matou Loki, Odin o castigou e colocou Eric Masterson pra substituí-lo como Thor. Eric estava desconfortável no papel. Quando Thor retornou, Odin mandou que a rompe-tormentas fosse dado a Eric, tornando assim o Trovejante.

6 – Morte:

Foi morto ao defender Thor contra Surtur.
Desde então, no além vida, Odin é fadado a lutar com Surtur onde os dois desferem mortalmente um ao outro diariamente. Assim, Odin mantém Surtur morto e protege assim os vivos dessa ameaça.

7 – Desperta da Morte:

Com Asgard na Terra , um vácuo foi deixado em sua antiga localização, o que desperta a cobiça de uma raça de outra dimensão que estava perdendo seu universo. Toda a árvore do mundo é atacada pelos conquistadores, e habitantes dos vários mundos procuram abrigo em Asgard. Com a chegada dos invasores, Thor decide trazer Odin de volta para ajuda-los. Além de desentender-se com Thor por tê-lo trazido de volta a vida, pois preferia ficar e travar batalhas eternas contra Surtur, também reclama pelo fato de Thor ter ressuscitado o seu irmão traidor Loki.
Depois de efetuar uma antiga magia para fortalecer os soldados de Asgard, Thor desfere um golpe mortal na própria Árvore do Mundo. Assim saem vitoriosos da batalha contra os invasores.

8 – Serpente de Asgard:

Depois que a nova Caveira Vermelha pega o martelo de Skadi e passa a portar a divindade em seu corpo, liberta o maior inimigo de Odin do exílio, a Serpente de Asgard. No exato momento Odin sente que seu antigo inimigo escapou. Como já estava insatisfeito com o fato de Asgard estar na terra e estar sendo reconstruída por mortais, o renascer da serpente foi apenas mais um fato para desencadear a ira de Odin contra Thor.


Após Odin batalhar com Thor e retirar o mjolnir de sua posse, o aprisiona e ordena todos os Asgardianos a voltarem para sua morada original na árvore do mundo.

De volta ao espaço asgardiano, odin começa a construir um novo mundo, onde Asgard será reerguida. Também constrói uma prisão para prender seu filho Thor.

Citações:
aspasTu és o filho favorito de Odin! Além de valente e nobre, tua alma é imaculada! Mas ainda assim és incompleto! Não tens humildade! Para consegui-la deverás conhecer a fraqueza… sentir dor! E para isso necessitas deixar o Reino Dourado e despir-te de tua aparência divina! A Terra, lá aprenderás que ninguém pode ser verdadeiramente forte se, em realidade, não for humilde! Por  um tempo não mais serás o Deus do Trovão! A tua memória também tirarei! Agora, vai! Uma nova vida te espera!”

Edições Importantes:

. Primeira aparição – Journey Into Mystery #85, 1962 No Brasil – Álbum Gigante (4ª série) #0, 1967 (Ebal)
. Defende Reed Richards – Fantastic Four #?? No Brasil –  Marvel Saga #3 (Ed. Abril, 19??)

( Contribuições: Bolivartrask, Thunderspider, Lucas Coutinho e Bruno Italo )

Quer acrescentar alguma informação? Comente:
Quer utilizar nosso texto? Ok, mas coloque a referência com link pro nosso site

Anúncios

Páginas 1 2 3

5 Respostas to “Odin”

  1. Kayo Dutra Says:

    uma das frases mais ditas por odin é “Por Asgard´´

  2. luan Says:

    o loki coitado a relação dele com o pai qse não é retratada!hasuhsu

  3. Filipe Says:

    É o unico em Asgard que realmente é um deus.

  4. Pedro Says:

    Tenho uma grande dúvida em relação aos poderes de Odin, alias aos poderes não, mais sim a potencia deles! Muita gente diz que o Pai de todos é Onipotente, muitos dizem que não…. Odin foi mostrado ser capaz de destruir planetas inteiros! Eu pelo menos não lembro de fatos que comprovem poder para destruir uma galaxia… É muito difícil chegar a uma conclusão exata do nivel de poderes do Skyfather asgardiano. Acho que a historia do Devorador de mundos vai pelo mesmo caminho! Já ví fatos que comprovam ele ser Onipotente, assim como fatos que comprovam uma Semi-Onipotência. Muito difícil deduzir também. Galactus de fato podemos ter uma certeza maior de potencial pra destruir galaxias… Porem é muito estranho ver afirmações de onipotência para Odin e não para Galan visto que nenhum Skyfather é páreo para o Devorador.

    E vcs o que acham?
    Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: